top of page

Reabertura do Serviço de Obstetrícia do Centro Hospitalar do Oeste após obras de melhoramento






O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste informa que estão concluídas as obras de requalificação do Serviço de Obstetrícia do CHOeste, localizado na Unidade de Caldas da Rainha, que visaram a remodelação do internamento de Obstetrícia e do bloco de partos, com o objetivo de melhorar as condições de qualidade, conforto e segurança para utentes e profissionais de saúde.

Aproveitando a concretização das empreitadas de remodelação do bloco de partos e do internamento de obstetrícia, estas duas empreitadas foram antecedidas de outras duas obras (reparação da rede de esgotos e reparação da rede de águas) que, no seu conjunto, conferem uma ampla remodelação ao Serviço de Obstetrícia do Centro Hospital do Oeste.

As quatro empreitadas mencionadas tiveram início em 1 de junho e encontram-se concluídas, estando prevista a reabertura do Serviço para 13 de novembro, data em que irá retomar o normal funcionamento.

No decorrer desta intervenção, a atividade assistencial do Serviço de Obstetrícia (internamento, bloco de partos e urgência obstétrica e ginecológica) foi assegurada no Centro Hospitalar de Leiria (CHL), que acolheu as utentes do CHOeste.

As obras de melhoramento do bloco de partos visaram criar quatro salas de parto, três instalações sanitárias para utentes e uma para profissionais, uma sala de trabalho/posto de vigilância, uma zona de sujos, assim como a instalação do sistema de climatização.

No que concerne à remodelação do internamento de obstetrícia, a empreitada visou dotar a globalidade das salas existentes do internamento de melhores condições de conforto e segurança, com intervenções ao nível do pavimento, paredes, iluminação, portas interiores, caixilharia, calhas hospitalares, e mobiliário.

Entre os investimentos mais relevantes em termos de equipamentos, destaca-se a aquisição de ecógrafo para obstetrícia, ventiladores neonatais de transporte, CTG, Doppler fetal, camas de parto, berços e monitores multiparamétricos para grávidas e neonatais, reforçando a vigilância do bem-estar materno-fetal.

Com um investimento global de 1.347.487,39€, dos quais 401.255,60€ foram financiados no âmbito do programa de Incentivo Financeiro à Qualificação dos Blocos de Partos do SNS, no âmbito de candidatura apresentada, 725.000,00€ financiados pela Câmara Municipal de Caldas da Rainha, e 221.231,79€ suportados pelo Centro Hospitalar do Oeste.

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste agradece aos utentes e aos profissionais toda a compreensão demonstrada durante esta fase de obras.

São ainda merecedores de um reconhecido agradecimento as equipas e o Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Leiria, pelo contributo inestimável na resposta às utentes do CHOeste e pela viabilização da realização da requalificação mencionada, bem como as equipas do CHOeste, pela extrema dedicação e compromisso com a população servida, tendo estas integrado durante os últimos cinco meses as escalas da Urgência de Ginecologia-Obstetrícia do CHL, deslocando-se do seu habitual local de trabalho.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estêvão das Galés e Venda do Pinheiro), abrangendo 298.390 habitantes.

bottom of page